sexta-feira, 5 de abril de 2013

Meus lábios inchados de vinho pareciam lamentar. Mas era só impressão.
- Goles pequenos fazem durar mais. Dedos entorpecidos não conseguem digitar.
E assim Juliana soluçava, balançando o dedinho e dançando o “blue” pra lá e pra cá.
-Fazendo beiço!
Eu girava o pulso na frente do papel, toda oferecida.
-Não tem ninguém aí...
O papel é amante. E a tela do computador tem marca de batom todo sábado de manhã.

Nenhum comentário: